AMM nas Micros volta em março com encontros no Sul de Minas

Atenção, gestores e servidores públicos mineiros: o “AMM nas Micros” inicia a caravana 2024 levando capacitação aos municípios do Sul de Minas, na segunda quinzena de março, com eventos em Guaxupé (19/03), Santa Rita de Caldas (20/03) e Pouso Alegre (21/03).

O projeto de interiorização idealizado pela Associação Mineira de Municípios (AMM), ano passado, reuniu mais de mil agentes públicos em 23 eventos, em todas as regionais de Minas Gerais, entre prefeitos, representantes de microrregionais e consórcios, vereadores e servidores públicos municipais, que puderam se atualizar sobre as pautas municipalistas que tramitam no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), além de debater as questões locais e conhecer os serviços oferecidos pela AMM aos seus afiliados.

Em cada evento, a AMM conta com a parceria da Confederação Nacional de Municípios (CNM), da empresa 1Doc, das prefeituras anfitriãs, das associações microrregionais e dos consórcios públicos intermunicipais. Além do debate das pautas políticas, o AMM nas Micros conta, em cada edição, com uma programação técnica voltada para os interesses da região, oferecendo palestra com especialista e curso da Escola de Gestão Municipalista (EGM) sobre o tema escolhido por cada microrregional.

Um destaque na programação de todos os eventos é a apresentação do Observatório AMM, importante ferramenta elaborada pela entidade, que fornece os dados e o cenário econômico de cada município mineiro aos gestores afiliados à entidade, facilitando o planejamento e organização do orçamento municipal, além da elaboração de políticas públicas eficientes.

Além de fortalecer a relação com as microrregionais, a AMM entende a importância dos consórcios intermunicipais para viabilizar as políticas públicas de forma cooperada, e busca levar, em cada edição do AMM nas Micros, o entendimento deste formato aos gestores.

“Esses entes associativos devem estar juntos, fortalecidos. Mesmo com a nova lei de associações, eles continuarão a ter um papel importante na unificação das demandas dos municípios. O consórcio vai executar a missão para a qual ele foi criado. A finalidade dele é executar. Mas quem é a mente que pensa, a mente que articula as políticas públicas, é a associação, que deve estar cada vez mais fortalecida”, explicou o presidente da AMM, Dr. Marcos Vinicius.

Saiba mais no portalamm.org.br.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
pt_BR
pt_BR